26 de agosto de 2015

Yummly

Yum
Olá, 

a partir de agora já podem guardar as minhas receitas também através da plataforma Yummly.
Para isso basta que carreguem no botão Yum que aparece imediatamente antes do post.



Nesta plataforma encontram receitas de todo o mundo e podem criar o vosso álbum de receitas, à vossa medida e gosto.


Espero que gostem!


25 de agosto de 2015

Espirais com Salmão e Tomate Cherry

Yum
Este ano não faltaram tomates cherry na minha casa. O meu pai teve na horta e semanalmente tem vindo no cabaz da Prove.
Gosto bastante de tomate, mas dos cherry gosto ainda mais. Têm um toque adocicado que me agrada.
São ótimos companheiros de massa. Acho que combinam maravilhosamente.
E foi o que aconteceu nesta receita. Ficou leve e fresca, ideal para estes dias quentes de Agosto.




Ingredientes (4 pessoas):
350g de Massa Espirais
4 lombos de Salmão, cortados aos cubos
2 c. sopa de Azeite
1 c. sopa de Cebolinho, cortado fininho
200ml de Natas, ou creme de soja
~24 Tomates Cherry, lavados e cortados ao meio
Sal e Pimenta q.b.





Preparação:
Coloque um tacho com água temperada de sal e com uma colher de sopa de azeite ao lume. Quando estiver a ferver junte a massa, e deixe cozer até que esteja “al dente”. Escorra e reserve quente.
Seque muito bem os pedaços de salmão, e tempere de sal e pimenta.
Numa frigideira grande de fundo grosso, aqueça a outra colher de sopa de azeite, e frite os pedaços de salmão. Vá virando os pedaços com cuidado para que cozinhem uniformemente. Não deixe o salmão cozinhar demasiado, para que não perca a sua frescura. Cerca de 3 minutos será o suficiente, dependendo do tamanho dos cubos.
Retire os pedaços da frigideira, e reserve quente.
Na mesma frigideira, deite as natas ou creme vegetal. Com a ajuda de uma colher de pau, raspe o fundo para que se libertem os sucos que ficaram do salmão. Deixe cozinhar até que as natas engrossem um pouco. Apague o lume e salpique com o cebolinho picado.
Distribua a massa pelos pratos de servir. Disponha por cima os tomates cherry, os pedaços de salmão, regue com as natas, e sirva de imediato.





21 de agosto de 2015

Bolo de Pera com Buttercream de Canela

Yum
Festejar aniversários é sempre motivo de alegria.
Festejar os 67 anos de um dos nossos pais, é alegria maior.

É muito bom ver o meu pai chegar a esta idade, reformado, com a saúde possível de quem teve uma vida de trabalho duro, e finalmente com tempo para viver a vida da forma que mais aprecia; dedicado aos seus projectos, com vontade de se desafiar todos os dias e procurar novas coisas para fazer…

…e principalmente disponível para dedicar tempo aos que mais gosta. Companheiro de brincadeiras e descobertas dos netos, com paciência para lhes satisfazer as vontades mais rebeldes e desafiantes. E não só as vontades dos netos…..  Assim que lhe mostro alguma coisa ou lhe peço algo para o meu blogue não descansa enquanto não apresenta o projecto pronto. Como foi o caso do stand-cake que aparece nestas fotos. Lindo não é?

Não sei se seria assim que ele se imaginaria a viver quando chegasse esta idade, mas penso que não andará muito longe.


Parabéns pai!



Ingredientes (10/12 fatias):
Bolo
360g de Farinha de Trigo, peneirada
2 ½ c. chá de fermento em pó
½ c. chá de sal
30g de Manteiga, derretida e fria
2/3 chávena de chá de puré de Pera**
280g de Acúcar
2 Ovos
1 c. café de Extracto de Amêndoa
½  c. café de Extracto de Baunilha
180ml de Leite
Recheio/Cobertura
150g de Manteiga, à temperarura ambiente
300g de Açúcar em pó
1 c. sopa de Canela em pó
Decoração (pera desidratada)
1 Pera, madura mas bem firme
1 c. sopa de Açúcar granulado
1 c. sopa de Água

** Para o puré de pera: Usei 400g de peras bem maduras, descascadas, sem caroços e partidas em pedaços pequenos. Coloquei num tacho com uma colher de sopa de açúcar granulado e sumo de ½ limão, e cozinhei em lume moderado durante alguns minutos até que as peras se desfizessem. Para que não ficassem pedaços nenhuns, triturei com a varinha mágica, e deixei arrefecer por completo.




Preparação:
Comece por preparar a pera desidratada, uma vez que levará bastante tempo.
Pré-aqueça o forno a 80ºC.
Lave bem a pera e seque. Corte-a em fatias, verticais, o mais fino que consiga, recorrendo por exemplo à ajuda de uma mandolina.
Misture a água e o açúcar num tacho pequeno, e aqueça em lume médio. Com cuidado coloque as fatias de pera (poucas de cada vez) dentro do xarope e deixe cozer cerca de 1 ½ minuto. Retire, seque-as levemente, e coloque-as no tabuleiro do forno, previamente forrado com papel vegetal ou tapete de silicone.
Leve ao forno durante cerca de 3 horas, ou até que as peras estejam bem sequinhas e estaladiças. Depois retire-as do forno, e deixe arrefecer por completo em redes de arame. Guarde-as num recipiente bem fechado, para que não fiquem moles, e preservem o estaladiço, até à hora de servir.
Para a reparação do bolo pré-aqueça o forno a 180ºC.
Prepare uma forma redonda de mola*, untada com um pouco de manteiga e polvilhada com um pouco de farinha.
Misture a farinha, o fermento e o sal, numa tigela.
Noutra tigela, bata a manteiga e o açúcar até obter uma mistura leve e fofa. Adicione os ovos, um a um, e depois junte os extractos de amêndoa e de baunilha, e bata novamente até estar bem misturado. Acrescente o puré de pêra, e misture.
Adicione a farinha, alternada com o leite, misturando muito bem, entre cada adição, até estar tudo muito bem incorporado.
Coloque a massa na forma e leve ao forno durante cerca de 30-35 minutos, ou até estar cozido. Verifique se está cozido espetando um palito de madeira no centro do bolo. Se sair sem massa agarrada o bolo está pronto.
Deixe arrefecer na forma uns 10 minutos. Depois desenforme e coloque o bolo numa rede até arrefecer por completo.
Desenforme, e corte horizontalmente o bolo em duas partes.
Prepare o recheio, batendo a manteiga até que esteja bem mole e leve. Acrescente o açúcar e a canela, e bata até que tudo esteja bem misturado.
Barre uma das partes do bolo com 1/3 do creme de canela e espalhe.
Coloque a outra parte do bolo por cima, e barre todo o bolo com o restante creme.
Decore com as fatias de pera desidratados.

* Usei uma forma de 23cm , mas o bolo cresceu muito pouco, pelo que poderia ter usado a forma mais pequena, de modo a ficar mais alto.


27 de julho de 2015

Caracóis de Queijo da Ilha São Jorge e Linguiça

Yum
Estes pequenos pedaços de gulodice, vieram de viagem connosco de férias. Foram feitos a pensar num desafio lançado pela cozinha100segredos, e revelaram-se ótimos para ir picando, numa longa e cansativa viagem. 

Com grande pena, não conheço muito da gastronomia Açoriana, e tão pouco ingredientes que tenham a sua origem nas ilhas; mas pelo menos um conheço, e sou grande fã: queijo da ilha São Jorge. Assim, a escolha do ingrediente a usar no desafio estava feita. 

Ficaram muito estaladiços, e muito saborosos. O sabor picante deste queijo deu um toque fabuloso aos crocantes. Gostei. Muito.






Ingredientes:
1 placa (~200g) de Massa Folhada
½ Linguiça de carne, de boa qualidade, sem pele e finamente picada
1 chávena de chá bem cheia de Queijo da Ilha São Jorge, ralado
Tomilho-limão a gosto

Preparação:
Numa bancada, salpicada com um pouco de farinha, estenda a placa de massa folhada o mais finamente que consiga, em forma rectangular.
Sobre a massa, espalhe o queijo São Jorge ralado e a linguiça picada.
Enrole a massa, como se fosse uma torta, bem apertada, a partir do lado mais largo.
Enrole em película aderente e leve ao frigorífico pelo menos durante uma hora.
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Retire a pelicula aderente e corte o rolo em fatias finas.
Coloque os caracóis num tabuleiro de forno coberto com papel vegetal ou folha de silicone e leve ao forno até que estejam douradinhos.
Pouco antes de estarem prontos salpique-os com o tomilho-limão.





Receita adaptada do Blog
O meu Bem Estar


25 de julho de 2015

Barrinhas de Couve-flor

Yum
Couve-flor é um vegetal com o qual não tenho uma relação pacífica. 
Mas quando encontro receitas como esta, sinto-me sempre tentada a dar-lhe mais uma oportunidade para que a minha opinião mude.
Não posso dizer que foi uma receita que me tenha arrebatado, mas é saborosa.
Sem dúvida uma diferente, e acima de tudo saudável, entrada para apresentar numa refeição onde se pretenda surpreender. Pela positiva.



Ingredientes (~10 fatias):
Para a crosta de Couve-flor
1 Couve-flor pequena, só os raminhos (deve dar no total 3 chávenas de “arroz” de couve-flor)
1 Ovo, levemente batido
½ chávena (50g) de Queijo Mozzarella, ralado
2 dentes de Alho, ralados ou finamente picados
1 c. sopa de Azeite
½ c. chá de sal fino
½ c. chá de mistura de ervas aromáticas secas (tomilho, oregãos, alecrim, mangericão….)
¼ c. chá Pimenta Preta, acabada de moer
Para a cobertura
2 c. sopa de Queijo Mozzarella, ralado
Uma pitada de mistura de ervas aromáticas secas (tomilho, oregãos, alecrim, mangericão….)



Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC, e forre uma forma de pão com papel vegetal de modo que fique com papel sobre os lados. Unte ligeiramente o papel vegetal. Reserve.
Aqueça o azeite numa panela pequena em lume baixo. Adicione o alho e deixe cozinhar até que aloure ligeiramente, cerca de 1 minuto. Retire do lume e reserve.
Num processador de alimentos coloque os raminhos de couve-flor e pique até que esteja uniformemente picada mas não completamente pulverizada, de modo a que a aparência final seja tipo arroz.
Coza a couve-flor a vapor ou no microondas.
Coloque a couve-flor num pano fino e torça-o para espremer, para retirar a água. Torça o máximo que puder. Esta fase é bastante importante. O arroz de couve-flor precisa de ficar o mais seco possível para que no final os Sticks não fiquem empapados.
Transfira a couve-flor para uma tigela, adicione o ovo, o queijo mozzarella, a mistura de ervas secas, o alho, sal e pimenta e misture bem.
Espalhe a mistura de couve-flor na forma de pão.
Leve ao forno, até que comece a alourar, cerca de 25 a 30 minutos.
Nesse meio tempo, forre um tabuleiro com um pedaço de papel vegetal.
Quando o "pão" estiver cozido, use as bordas do papel vegetal para retirá-lo da forma e cuidadosamente vire-o para o tabuleiro forrado (para que a parte que estava no fundo da forma esteja agora virada para cima).
Leve ao forno por mais 10 minutos até dourar.
Retire do forno, mas não o desligue.
Polvilhe o “pão” com o queijo e a mistura de ervas aromáticas secas.
Leve ao forno a gratinar alguns minutos até que o queijo esteja derretido e dourado.
Deixe esfriar alguns minutos antes de cortar em 10(?) fatias.
Sirva quente, morno ou frio (se deixar arrefecer por completo a crosta vai endurecer e vai ser fácil de segurar para comer).


Fonte: the iron you

19 de julho de 2015

Tarte de Gelado de Café // Coffee Ice Cream Tart

Yum
Hoje é dia de mais uma receita da Dorie Greenspan. E mais uma vez uma receita aprovadíssima.
Optei por fazer também o gelado de café que não aparece na receita original da Dorie mas que adaptei do  Livro Delícias Geladas.

Uma receita fresquíssima e deliciosa, perfeita para servir como sobremesa nestes dias mais quentes.




Coffee Ice Cream Tart - receita retirada da pág. 358 do livro Baking de Dorie Greenspan
(tradução de Susana Figueiredo)
Nota: As fotos são de 1/2 receita aqui apresentada




Ingredientes:
Para a base
1 Chávena de Amêndoas fatiadas ou palitadas, tostadas
¾ Chávena de Farinha
1/3 Chávena rasa de Açúcar Amarelo
½ colher chá de Noz-moscada ralada no momento
Pitada de sal
60g de Manteiga sem sal, fria e cortada em 4 pedaços 
1 Ovo grande
¼ c. chá de Extrato de Amêndoa
60g Chocolate Negro, picado finamente
Para o recheio
1 chávena de Amêndoas fatiadas ou palitadas, tostadas 
950ml de Gelado de Café da melhor qualidade possível
*
½ c. chá de Extrato de Amêndoa ou 1 c. sopa de Amaretto
1 pitada de Noz-moscada, ralada no momento
60g de Chocolate Negro, picado, para decorar
*Para o Gelado
300ml de Leite
2 c. sopa de Açúcar
1 c. sopa de Café Instantâneo
1 Ovo
2 Gemas de Ovo
300ml de Natas espessas


Preparação:
Gelado
Aqueça o leite numa panela com 1 colher de sopa de açúcar. Dissolva o açúcar, mexendo sempre. Deixe ferver, retire do lume e misture o café em pó.
Bata o ovo inteiro com as gemas em banho-maria bem quente até formar espuma. Adicione a mistura de leite e café e mexa em banho-maria até ficar cremoso. Deixe arrefecer.
Bata as natas espessas com o restante açúcar até formar picos suaves e adicione ao creme de café.
Deite o preparado num recipiente e coloque no congelador durante cerca de 4 ou 5 horas, pelo menos. Durante esse período mexa o gelado várias vezes, para que fique suave e cremoso.
Base
Unte ligeiramente uma tarteira com fundo amovível entre 25 e 28 cm de diâmetro e forre um tabuleiro com papel vegetal ou um tapete de silicone.
Num processador de alimentos, misture as amêndoas, a farinha, o açúcar, a noz- moscada e o sal, até as amêndoas estarem picadas grosseiramente. Deite a manteiga e pulse até a massa parecer areia grossa. Junte o ovo e o extrato e pique até a massa formar grumos, durante uns 10 segundos. Coloque a massa na tarteira e limpe o processador. Pressione a massa uniformemente sobre a base e os lados da tarteira. Leve ao congelador por 30 minutos.
Centre a grade no forno e pré-aquecê-lo a 205ºC. Unte uma folha de papel de alumínio e pressione sobre a tarte. Leve ao forno por 20 minutos e remova o alumínio. Se a massa estiver inchada, pressione com um garfo. Leve ao forno por mais 8 minutos, até estar firme e dourada. Deite o chocolate sobre a base quente e espalhe bem com uma espátula ou um pincel. Deixe arrefecer à temperatura ambiente.
Recheio
Coloque as amêndoas no processador e pulse até formarem uma pasta, durante um ou dois minutos. Junte o gelado, o extrato e a noz-moscada e pulse até todos os ingredientes estarem bem envolvidos, tendo cuidado para não derreter o gelado. Deite a mistura na base, alise e leve ao congelador durante 30 minutos.

Decorar
Derreta o chocolate no micro-ondas ou em banho-maria. Decore a gosto com o chocolate derretido. Congele durante pelo menos 4 horas.

14 de julho de 2015

Bolo de Chocolate e Castanhas em calda de Gengibre

Yum
Quando descobri o Sweet Castanea, adorei de imediato o projecto. A coragem e o empreendedorismo de algumas pessoas fazem-me sonhar e acreditar que aquilo que queremos é possível. Após alguns cliques, fiquei encantada com os produtos e com o mote de elevar o nível gastronómico da castanha, sob novas formas de apresentação e confecção, mostrando que o seu consumo pode ir muito mais além da tradicional forma cozida ou assada, que o nosso povo tanto aprecia.

Foi com enorme surpresa e alegria que, passados alguns dias depois de conhecer o projecto, recebo um amável convite de um dos mentores da Sweet Castanea, para criar uma receita com os seus produtos. Aceitei de imediato. Só podia, eu que sou uma verdadeira apaixonada por castanhas. Senti-me uma privilegiada!

Assim que recebi e provei as caldas de gengibre surgiu logo a ideia de as juntar a chocolate. E facilmente a ideia tomou forma neste delicioso e refrescante bolo de chocolate com castanhas, com um toque suave de gengibre.

Um bolo com a mais-valia de poder ser consumido por celíacos, uma vez que a castanha, a par de tantas outras propriedade, é isenta de glúten.




Ingredientes (6 a 8 pessoas):
Para o bolo:
200g de chocolate preto, de boa qualidade
6 Ovos
1 pitada de Sal
100g de manteiga, à temperatura ambiente
60g de Açúcar refinado
250g de Farinha de Castanhas, ou Castanhas assadas finamente moídas
Para o recheio:
1 frasco (250g) Castanhas em Calda de Gengibre Sweet Castanea.
200g de Natas
125g de Queijo Mascarpone
3 c. sopa de Açúcar refinado
50g de Farinha de Castanhas, ou Castanhas assadas finamente moídas





Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte uma forma de mola de 20cm de diâmetro com manteiga e forre com papel vegetal. Reserve.
Parta o chocolate em pedaços pequenos e coloque numa taça de vidro. Derreta em banho-maria. Reserve.
Separe as claras das gemas. Bata as claras em castelo forte, com uma pitada de sal.
Numa taça, bata a manteiga, o açúcar e as gemas, até que esteja uma mistura homogénea. Acrescente o chocolate derretido, e as castanhas moídas ou em farinha. Mexa até que tudo esteja bem misturado.
Junte ½ das claras em castelo, e misture delicadamente, até que esteja bem ligado. Acrescente as restantes claras e envolva de novo muito delicadamente. Não bata, nem misture demasiado as claras, senão o bolo não ficará leve e fofo.
Coloque a massa na forma, e leve ao forno por cerca de 40 a 60 minutos, ou até que esteja cozido. Verifique se está cozido espetando um palito de madeira no centro do bolo. Se sair sem massa agarrada o bolo está pronto.
Retire do forno, e deixe amornar um pouco na forma.
Enquanto o bolo amorna, retire as castanhas da calda de gengibre, e reserve.
Coloque a calda de gengibre num tachinho pequeno, ou taça, e aqueça-a ligeiramente.
Desenforme, e separe horizontalmente o bolo em duas partes. Coloque cada parte numa rede.
Pincele o interior de cada metade do bolo com a calda aquecida, e deixe arrefecer completamente nas redes.
Para preparar o recheio, junte as natas, o açúcar e o queijo mascarpone, e bata até formar picos médio/fortes. Junte as castanhas moídas ou em farinha, e envolva delicadamente.

Barre uma das partes do bolo com ¾ da mistura de natas. Coloque a outra parte do bolo por cima, e barre o topo com as restantes natas. Decore com as castanhas que reservou, e sirva.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...