4 de outubro de 2016

Massa Cremosa de Abóbora {Creamy Pumpkin Pasta}

Yum
Não sou muito formiguinha. Quero eu dizer com isto dizer que não tenho por hábito encher o congelador seja do que for, para depois ir usando ao longo do tempo. Esta rubrica do ingrediente do mês reflete um pouco do que costumo fazer no dia-a-dia, ou seja, usar os ingredientes de época, na sua época, tirando o máximo partido do seu sabor e dos seus nutrientes. Ao longo do ano temos sempre tanta variedade à nossa disposição, que não sinto necessidade de guardar para depois usar.
Não quer isto dizer que não o faça de todo. Tenho efetivamente algumas exceções, como são exemplo os tomates e a abóbora. A abóbora por exemplo pode ser congelada tanto crua como em puré, e assim rapidamente ser convertida numa deliciosa e nutritiva refeição, como é exemplo este fettuccine que trago hoje. Este foi feito com abóbora recém cozida, mas poderia ser perfeitamente preparada com puré que tivesse sido congelado. Tendo a abóbora já preparada esta receita pode ser confecionada em pouco mais de 15 minutos, e é uma verdadeira delicia.
Uma receita prática, leve e cheia de sabor.





Dica: se cozinhar a abóbora no forno, reduzirá a água contida na mesma, fazendo com que o produto final a ser congelado mantenha um sabor bem mais intenso, mantendo-a deliciosa após o descongelamento.


Ingredientes (4 pessoas):
200g Massa Fettuccine
4 chávenas de Caldo de Legumes
1 chávena de Abóbora, cozida e bem escorrida
2 c. sopa de Azeite
1 Cebola pequena picada
3 dentes de Alho, descascados e picados
½ c. chá de Noz-moscada
1 pitada de Pimenta Vermelha
Sal, a gosto
Queijo Parmesão, ralado na hora, a gosto
Coentros picados, a gosto

Preparação:
Junte todos os ingredientes, à exceção do queijo e dos coentros, numa caçarola grande. Leve ao lume, em fogo alto até levantar fervura. Assim que começar a ferver, reduza um pouco o lume, e conte 10 minutos. Mexa e misture enquanto cozinha, ocasionalmente nos primeiros minutos e depois mais frequente enquanto engrossa e começa a pagar ao fundo da panela.
Quando os 10 minutos acabarem, a massa deve estar macia e o molho deverá ter engrossado um pouco. Se a massa ainda não estiver cozida, continue a cozinhar por mais um minuto. Retifique os temperos se necessário e retire do lume.
Rale um pouco de queijo por cima da massa e envolva delicadamente. Deixe descansar por 2 ou 3 minutos - nesta fase a massa vai parecer um pouco caldosa ainda, mas vai engrossar enquanto descansa.
Divida pelos pratos de servir e polvilhe com os coentros.

Sirva de imediato.

11 comentários:

  1. É massa portanto é bem reconfortante! E com a abóbora deve ficar bem saboroso! Ao contrário de ti eu guardo tudo o que posso! Como sabes vivo numa ilha, nem sempre temos acesso a tudo, e muitas vezes as coisas que há fora de época não são de boa qualidade para não falar do facto de muitas vezes já chegarem aqui em condições menos boas. Por isso prefiro congelar os produtos de época, em especial os biológicos para ir usando ao longo do ano. Mas se tivesse acesso a tudo fresquinho e de boa qualidade não pensaria duas vezes e o meu congelador também andaria quase sempre vazio! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois acredito que viver numa ilha não seja muito fácil, neste aspecto...
      Mas o hábito de guardar não tem só a ver com o local onde se vive, acho que é uma questão muito pessoal, umas pessoas gostam outras não. Eu pertenço claramente ao segundo grupo 😉
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Asso sempre a abóbora, cozida não aprecio muito, lol. Já eu acho que sou um bocado armazenista, tenho sempre sopa congelada, e quando faço cenas tipo lasagna é sempre em grande quantidade para poder congelar parte e ir usando. Mas congelar ingredientes, isso nopes, não o faço, se calhar até porque nem os tenho assim á mão para isso, quem me dera ter acesso a mirtilos e amoras e groselhas fresquinhos e acabados de colher, é que de certeza que congelava uns quantos!! Já a abóbora, nunca congelei depois de a cozinhar, normalmente uso logo toda a que comprei e não sobra... esta receita é muito ao meu estilo de gostar, adoro este tipo de combinações com abobora, principalmente se tiver bastante noz moscada!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem esse hábito tenho, de congelar comida pronta!... Mas às vezes dava feito sem dúvida.
      Esta receita é muito boa Ruth, e a Noz moscada casa muito bem com a abóbora obviamente... É o toque que faz toda a diferença!
      Beijocas

      Eliminar
  3. Amei esta sugestão. Ainda nunca usei abóbora com massa e acho que me vou estrear com esta receita que me encheu o olho!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim também foi uma estreia, que se reveloumuito agradável! 😋
      Beijocas

      Eliminar
  4. Que bons sabores e que boa sugestão! :) Gostei muito.

    Beijinhos Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. O aspecto está óptimo mesmo para mim que não gosto de abóbora em salgados :)
    Beijinhos...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  6. Belíssima massa.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2016/10/pate-de-atum-fit.html

    ResponderEliminar
  7. Eu até congelo bastantes coisas, principalmente porque tenho acesso a produtos caseiros que abundam em determinadas alturas do ano e não consigo 'escoar' facilmente tanta quantidade. Congelar permite-me não estragar nada :)
    De resto, também acho que é melhor aproveitar o que cada época nos dá. Fiquei com imensa vontade de aproveitar uma bela de uma abóbora e fazer essa massa tão cremosa :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...