31 de março de 2011

Lulas com maionese de limão

Yum
Esta receita é mais uma das maravilhosas sugestões do Jamie Oliver (Cozinhar com). Já andava há bastante tempo para a fazer.
Devo dizer que me agradou bastante. Muito mesmo. Para mim ficou um prato riquíssimo.
O acompanhamento é esparregado de brócolos, que é maravilhoso, e que pedi  a receita emprestada à Moira da Tertúlia de Sabores. Ficou o acompanhamento perfeito.
Apesar dos fritos estarem proibidos cá em casa, desta vez, abri uma excepção, e não me arrependi. Confesso que fiquei com alguma curiosidade de como ficará na Actifry, o que me vai permitir fazer a receita de novo! ;)


Ingredientes:
1Kg de lulas
farinha q.b.
sal q.b.
1 limão
4 c. sopa de maionese
1 couve bróculo grande
2 dentes de alho
farinha, leite e margarina q.b.
vinagre q.b.

Preparação:
Numa panela com água temperada de sal, leve os brócolos a cozer. Depois numa caçarola, coloque um fio de azeite e os alhos esmagados, e deixe-os alourar um pouco. Acrescente os brócolos anteriormente esmagados com um garfo. Junte um pouco de margarina, leite e farinha (1 c. sopa deve ser suficiente) e deixe ao lume fraco durante uns minutos. Antes de servir salpique com umas gotas de vinagre e envolva.
Para preparar a maionese, basta juntar um pouco da raspa do limão e umas gotas do sumo, e envolver bem. Cuidado para não ficar exageradamente ácido.
Lave bem as lulas. Depois em cima de uma tábua coloque as lulas uma a uma, e comece por puxar os tentáculos de forma a separar do corpo da lula. Retire o caroço rijo que tem no meio dos tentáculos (a boca), e também os olhos. Depois faça um golpe ao longo do saco da lula, retire um saco e as entranhas, e também uma "pena" transparente plástica. Depois faça uns golpes leves e cruzados, mas com cuidado para não cortar de um lado ao outro.
Numa frigideira coloque óleo de girassol, e coloque um pedaço pequeno de batata descascada. Quando a batata estiver dourada, a flutuar e frita, o óleo está bom para fritar as lulas. Passe-as por farinha, e sacuda o excesso antes de colocar a fritar. Quando estiver dourada retire-a e escorra em papel de cozinha. Repita até acabar as lulas (não coloque muitas a fritar ao mesmo tempo). Tempere generosamente com sal, corte na diagonal e sirva com a maionese.

30 de março de 2011

Lombos de salmão com molho de vinho

Yum
Qualquer desculpa é uma boa desculpa para comer salmão cá em casa.
Esta foi só mais uma, por sinal bem deliciosa.



Ingredientes:
4 lombos de salmão
azeite q.b.
sal e pimenta
2 dentes de alho
4dl de vinho branco
1 cebola média
2dl de natas (usei natas vegetais)


Preparação:
Coloque uma caçarola ao lume a aquecer. Quanto estiver bem quente regue com um fio de azeite. Seque bem os lombos de salmão com um pano. Coloque os lombos na caçarola, tempere de sal e pimenta e deixe alourar dos dois lados. Depois retire e reserve num local quente. 
Coloque o vinho na caçarola, bem como a cebola e os dentes de alho picados. Ferva até o vinho reduzir para metade. Adicione as natas e ferva durante mais cinco minutos. Sirva os lombos com o molho.


29 de março de 2011

Arroz de frango

Yum
A minha mãe faz um arroz de pato que para mim não há igual. Isso e dobrada!...que hummm...se não é o meu prato favorito anda lá muito perto...
Mas sobre a dobrada um dia falaremos, hoje vim falar do arroz de pato. Normalmente é feito como um empadão, ou seja por camadas, mas a minha mãe, mistura tudo, o que para mim melhora em muito o prato.
Esta receita fiz com um frango caseiro, porque me estava mesmo a apetecer um prato do género e não tinha pato.
Assim aqui vai:


Ingredientes:
1/2 frango caseiro
1+1 cebola
2+2 dentes de alho
2 cravinhos
1 folha de louro
1 1/2 chávena de arroz
1 linguiça
sal q.b.


Preparação:
Comece por cozer o frango em água temperada de sal, juntamente com uma cebola descascada e cortada em 4, dois dentes de alho esborrachados, a folha de louro, e os 2 cravinhos. Depois de cozido, retire o frango, mas reserve a água.
Coe a água de cozer o frango, para retirar a cebola, os cravinhos e o louro, e leve a cozer o arroz nela, rectificando de sal caso necessário.
Desfie o frango. Numa caçarola, deite um fio de azeite, pique uma cebola, e os dentes de alho, e meia linguiça cortada aos cubinhos. Deixe refogar um pouco. Junte depois o frango desfiado e envolva. 
Junte então o frango ao arroz e envolva delicadamente tudo.
Coloque num tabuleiro de forno, coloque rodelas de linguiça por cima do arroz, e leve ao forno, até dourar um pouco.
Sirva com uma boa salada!

28 de março de 2011

Massa com ovos mexidos e pimentos

Yum
Quando o tempo é nenhum, o resultado é este!


Ingredientes:
500g de macarrão
300g de bacon aos cubos
1 cebola
1 pimento vermelho
4/5 ovos
coentros picados
sal e pimenta q.b.

Preparação:
Comece por levar a ferver, numa panela, água temperada de sal e com um fio de azeite. Quando levantar fervura junte a massa e deixe cozer.
Numa caçarola, deite um fio de azeite (pouco), e leve a refogar a cebola cortada ás tiras finas e os cubos de bacon. Quando a cebola estiver lourinha e o bacon também, junte o pimento, e deixe cozer um pouco (2/3 minutos). Depois junte os ovos mexidos e deixe que cozam.
Depois de escorrida junte a massa ao preparado anterior, salpique de coentros e sirva bem quentinho.
E voilá!

26 de março de 2011

Hoje vou contar-vos uma receita

Yum
Hoje vou voltar a ter 4 anos; hoje vou voltar a onde fui muito feliz na minha infância; hoje vou-vos contar uma estória, uma estória de memórias.

Bolos Ferradura

Hoje não fomos para nenhuma fazenda.... eu e a minha tia ficámos em casa. Hoje o meu tio foi caçar.
Logo de manhãzinha fomos para a cozinha. A minha tia, como de hábito, preparou-me as sopas de café com leite.... partiu pão, que sobrou de ontem, aos cubinhos, juntou o leite, que fomos ontem buscar à vizinha do fundo do lugar, que tem a vaca Mimosa, e um nadinha de café, daquele que ela faz na cafeteira e que mexe, mexe, mexe e que o aroma se espalha pela cozinha, pela casa, pela rua acima.
Hoje temos uma tarefa importantíssima! A filha da prima Miquelina vai-se casar, e vamos  fazer uns bolos, as ferraduras, para ajudar a prima, porque ela tem que fazer muitos, porque é tradição na aldeia, a noiva oferecer uma ferradura a todos os vizinhos  e amigos da aldeia.
Da arca, a minha tia, tirou uma saca, onde está a farinha, e tirou também o açúcar louro. Fomos ao pátio por trás da casa e trouxemos um limão, bem grandinho, bem amarelinho, e da capoeira das galinhas trouxemos ovos.
Em cima da mesa já estava tudo preparado, a farinha, o açúcar louro, uma pasta que a minha tia diz que é mágica e que vai fazer crescer a farinha, a manteiga, a erva doce, um pó branco com um nome muito estranho (bicabornato sódio), a canela, um limão, o sal, e uma chaleira de água que a minha tia amornou.
Da saca tirei 1kg de farinha com a ajuda de uma caneca, e pus dentro do alguidar de barro vermelho que a minha tia tinha pôs em cima de um banco. Ela juntou 500g do açúcar louro, e depois eu mexi, até o açúcar estar todo misturado com a farinha. Depois abriu uma covinha no meio da farinha, e eu pus lá 1 colher de sopa de erva doce, 1 colher de sobremesa de canela, 1 colher de café do pó branco, a minha tia derreteu 125g de  manteiga, e pusemos lá também. Ela raspou a casca do limão, e desfez a pasta mágica para a covinha também, e o limão pôs dentro da chaleiria com a água morna. 
Juntou umas pedrinhas de sal e depois começou a misturar tudo. Ia puxando a farinha de fora para dentro, de vez em quando juntava uma colher de sopa da água morna, e voltava a misturar a farinha, sempre de fora para dentro. E mexeu, juntou água, mexeu, voltou a juntar água, mexeu, mexeu, até que estava tudo misturadinho, de tal forma que conseguia pegar na massa e ela se descolava do alguidar e das mãos muito fácil.
Depois, pediu-me para abrir um pano de cozinha em cima da mesa, e salpicar o pano de farinha. Ela colocou a massa em cima do pano, e depois disse-me:
-Agora vamos bater na massa! Queres bater-lhe?
Claro que queria! Então ela disse-me:
-Bates-lhe e vais afastando a massa para o lado, percebeste?
-Acho que sim. - disse eu.
E fui fazendo. Batia e esticava, batia e esticava, e depois voltava a juntar tudo. Era bastante difícil...
Passado um tempo a minha tia disse que já estava bom. Voltou a juntar a massa como uma bola, e embrulhou-a no pano. Colocou-a novamente no alguidar, tapou com outro pano e disse-me:
-Agora vamos embora e logo à tarde quando vier-mos vais ver que houve magia, vais ter uma surpresa.
Fiquei em pulgas!! Qual seria a surpresa?
A meio da tarde, a minha tia pegou no alguidar, e fomos para casa da prima Miquelina. Ela já tinha acendido o forno da lenha, e enquanto esperávamos que o forno ficasse só meio quente, fomos começar a moldar os bolos. Quando a minha tia destapou o alguidar é que eu vi! A bola da massa estava enorme, tinha crescido tanto! Era pura magia, ela tinha razão! Ela foi cortando bocadinhos de massa e eu fui enrolando a massa no formato de salsichas. Depois ela dobrava os bocadinhos de massa, no formato de luas, mas com a perninhas afastadas, dizia ela, para não casarem antes de tempo! e punha-os num tabuleiro, um pouco afastados, que a prima já tinha untado de óleo. Depois de já estarem todos os bolos nos tabuleiros, a minha tia partiu um ovo para uma caneca, mexeu, e depois com uma pena de galinha, passámos ovo em cima de todos os bolinhos.
-É para ficarem bem douradinhos. -disse-me a minha tia.
Depois foram postos no forno.
-Agora demora muito tia?
-Não Leninha.... uns 20 minutinhos. Vamos fazer uma gemada para o lanche? Quando acabarmos de comer já devem estar prontos e bem douradinhos.
-Simmmmmm vamossssss!
Quando voltámos, a prima Miquelina tirou os bolos do forno, e lá estavam eles, grandes e douradinhos, e cheiravam tão bem!
Amanhã, a filha da prima Miquelina, vai, com uma colega, distribuir os bolos pela aldeia, de porta em porta, um bolo por cada pessoa da família!
Eu já pedi para ir com elas! Também quero dar os bolinhos que ajudei a fazer!


Hoje saboreei memórias. 
Hoje contei-vos uma receita, e com ela respondo ao maravilhoso desafio Conte-me a sua Receita lançado pelo Cinco Quartos de Laranja com o patrocinio da RTP.

Nota: A receita foi feita tão tradicionalmente como me foi possível. Tentei respeitar todos os passos e preceitos da receita que a minha tia tão prontamente me passou. Infelizmente não tenho forno a lenha (quem sabe um dia!), pelo que tive de os cozer num forno electrico convencional. Teriam sem dúvida ficado com outro aroma e sabor, mas estes deram perfeitamente para matar saudades de outros tempos.
A tradição segundo a minha tia, ainda se mantém na aldeia. 




24 de março de 2011

Douradas assadas com limão

Yum
Esta receita é tão simples, e ficou tão boa.
A dourada já é um peixe que adoro, então com o sabor abundante do limão, ficou delicioso.


Ingredientes:
4 douradas
3 ou 4 limões
1 molhinho de coentros (picados)
azeite q.b.
1 cebola
2 dentes de alho
sal e 

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180º. Num tabuleiro coloque um fio de azeite. Coloque as douradas em cima e tempera-as de sal e pimenta. Corte a cebola em meias-luas fininhas e coloque por cima, bem como os alhos finamente picados ou esmagados e os coentros. Corte os limões às rodelas e disponha em cima das douradas. Leva ao forno durante 20/30 minutos.

23 de março de 2011

Batatas recheadas de atum

Yum
Ingredientes:
4 batatas médias
3 ou 4 latas de atum
1 cebola grande
2 dentes de alho grandes
azeite q.b.
queijo ralado q.b.
salsa picada

Preparação:
Comece por lavar muito bem as batatas. Leve-as a cozer, com a pele, em água abundante e temperada de sal. Depois de cozidas, escorra-as e deixe arrefecer um pouco. Entretanto numa frigideira ou caçarola, leve a cebola cortada em meias luas e os alhos picados a refogar num pouco em azeite. Depois junte o atum bem escorrido, e envolva. Reserve. Corte as batatas ao meio, e com cuidado retire o seu interior para uma taça, com a ajuda de uma colher pequena, deixando uma espessura de cerca de 0.5 centímetros à volta da pele. Junte o interior das batatas, e a salsa ao atum e envolva. Recheie as batatas com este preparado de atum, polvilhe de queijo e leve ao forno até que o queijo derreta.

Nota: Variação doutra receita já aqui apresentada: Batatas gratinadas

22 de março de 2011

Carne estufada com grão

Yum
Desde que vi esta receita da Elvira do Elvira's Bistrot, que não me saía da cabeça. Tinha de a fazer, de a experimentar...
E assim foi. E não me desiludi... nada mesmo, soube exactamente ao que estava à espera: muito bem!



Ingredientes:
500g de carne de novilho cortada em cubos médios (usei chambão, porque gosto muito do sabor e é uma carne muito tenra)
2 cubos de caldo de carne
1 cebola picada finamente
2 dentes de alho picados finamente
4 c. sopa de azeite
1 c. chá de pimentão-doce
200ml de vinho branco seco
1 folha de louro
2 cenouras grandes cortadas em rodelas
1 lata grande de grão-de-bico (800 g) 
1 boa pitada de cominhos moídos
sal e pimenta moída no momento
salsa fresca picada

Preparação:
Coloque a cebola, os alhos picados e o azeite numa panela (de barro, de preferência), e deixe alourar, mexendo com frequência. Junte os cubos de carne e o louro e envolva. Tempere com sal, pimenta e o pimentão-doce. Junte a carne e deixe-a dourar de todos os lados e depois regue com o vinho branco. Adicione as rodelas de cenoura.
Baixe o lume e cobra com a tampa. Deixe cozinhar em lume brando por aproximadamente 2 horas, ou até a carne se apresente bem tenra. Se for necessário, junte mais um pouquinho de água para o molho não secar. Tempere com os cominhos no final da cozedura.
Entretanto, lave e escorra muito bem o grão-de-bico. Junte ao preparado anterior e misture. Deixe cozinhar por mais 5-7 minutos, ou até ficar quente.
Polvilhe com salsa picada a gosto e serva de seguida.

Sugestão: acompanhe com couscous ou arroz.

21 de março de 2011

Almôndegas com pimentos

Yum
Depois de um dia fora de casa a aproveitar o sol....Ai que saudades eu tinha de um dia solarengo!!!....chegámos a casa já bem tarde. Precisava de uma receitinha bem rápida. E escolhi esta! e que bem que escolhi...estava tão boa! O sabor dos pimentos e da carne misturado com a massa soube-me pela vida!


 

Ingredientes:
16/20 almôndegas
1 cebola
2 dentes de alho
1 pimento verde
1 pimento amarelo
1 pimento vermelho
100ml de água
1 caldo de galinha
azeite q.b.


Preparação:
Aqueça fortemente uma caçarola grande com fundo duplo, em lume forte. Junte um pouco de azeite, fazendo-o espalhar pelo fundo da caçarola, depois as almôndegas. Diminua o lume para médio e saltei-as, fazendo girar a caçarola para que as bolinhas dourem por igual. Retire-as para um prato e guarde-as num local quente. 
Na caçarola deite agora a cebola cortada em fatias finas, os alhos esmagados, e os pimentos cortados também às rodelas finas, e saltei-os brevemente. Junte a água e o caldo de galinha, tape a caçarola e deixe cozinhar a vapor durante uns minutos. Junte as almôndegas e aqueça bem.

Fonte: Jantares em 30 minutos de Irene Vizi, edição Circulo de Leitores

20 de março de 2011

Queques de limão

Yum

Ingredientes (cerca de 30 queques):
250g de açúcar
250g de farinha
100g de manteiga derretida
raspa de 1 limão
sumo de 1/2 limão
4 ovos
230ml de leite

Preparação:
Pré-aqueça o forno  a 200º. Numa batedeira junte o açúcar com os ovos inteiros e bata bem até obter uma mistura fofa e esbranquiçada. Junte a raspa de limão. Depois junte a margarina,  e de seguida a farinha peneirada com o fermento, o leite e o sumo de limão.
Unte as formas dos queques com margarina e um bocadinho de farinha, e encha-as com o preparado até mais de metade da sua capacidade(eu usei formas de papel). Leve a forno já quente durante cerca de 20 minutos.

18 de março de 2011

Bolo de Fécula

Yum
Há coisas de que se gosta muito, e há outras que se gostam ainda mais!
Eu já aqui disse que não sou grande apreciadora de bolos, sou mais de biscoitos e bolachas.
Mas este bolo quase que me faz mudar de ideias...
Aqui há uns dias, precisava fazer um bolo para o meu pimpolho mais velho levar para a escola... não queria que ele levasse daqueles que se compram nas padarias que sabem sempre ao mesmo, e que na minha opinião são caríssimos... mas no entanto queria que ele levasse qualquer de diferença e bom.
Pesquisei, intrusei aqui e ali, e encontrei um que me ficou na retina... e fiz....
Ele voltou com a palavra de que todos tinham adorado o bolo, e que tinham mandado os parabéns...
Fiquei logo com imensa vontade de o voltar a fazer! Queria muito prová-lo.
E a oportunidade surgiu, quando a minha mãe me pediu para fazer um bolo para um encontro de amigos em casa dela. Perfeito!
Felizmente sobrou um bocadinho para eu provar e vos poder mostrar esta maravilha!
O bolo é da autoria da Leonor do Flagrante Delícia, e a ela agradeço a partilha desta pequena doce maravilha.
A apresentação dela é maravilhosa, recomendo vivamente, a quem ainda não viu, que veja.

Tenham um doce fim de semana!






Ingredientes:
8 ovos
250g de açúcar
160g fécula de batata
Para o creme:
400ml de natas
600ml de leite
6 gemas
200g de açúcar
80g de amido milho (farinha maizena)
casca de limão
Para cobrir:
amêndoa lascada

Preparação:
Pré aqueça o forno a 180º.
Unte com manteiga e forre com papel vegetal duas formas com cerca de 22 cm de diâmetro.
Bata as gemas com o açúcar durante cerca de 15 minutos, ou até que tripliquem de volume e estejam esbranquiçadas.
Bata as claras em castelo. Misture 1/3 das claras nas gemas, batendo até que esteja homogéneo. Misture as claras restantes, com cuidado, usando uma espátula.
Peneire a fécula sobre a massa, aos poucos, misturando suavemente.
Divida a massa pelas duas formas e leve a cozer durante cerca de 15/20 minutos ou até que inserindo um palito no centro do bolo este saia seco. Retire do forno e deixe arrefecer completamente antes de desenformar.

Preparação do creme pasteleiro:
Misture o açúcar com o amido de milho, um pouco de leite e as gemas. Misture o restante leite com as natas e a casca de limão num tacho e leve ao lume até ferver. Verta sobre a 1ª mistura, mexendo bem, e leve de novo ao lume, mexendo regularmente, até ferver e engrossar. Retire do lume, coloque numa taça e tape com película aderente, colocando a película mesmo sobre o creme, para evitar que se forme uma crosta na superfície. Refrigere até arrefecer.

Montagem:
Coloque uma parte do bolo num prato, espalhe por cima uma porção do creme e coloque a outra metade do bolo em cima. Cubra completamente o bolo com creme e depois com a amêndoa.

Nota: Fiz só meia receita do creme.

17 de março de 2011

Entrecosto frito

Yum
Opinião dos críticos gastronómicos cá de casa: Muito, muito bom!
Eu também gostei imenso, se bem que a minha opinião é sempre suspeita! :)
Entrecosto é um tipo de carne que raramente costumo comprar, mas esta comprei-a especificamente para cozinhar na Actifry. Queria ver se ficaria como eu imaginava. 
E ficou! exactamente como gosto, bem sequinho, estaladiço e bem saboroso!


Ingredientes:
entrecosto (fiz cerca de 800g)
sal q.b.
1 c. sobremesa de massa de alho
1 c. sobremesa de colorau
sumo de 1 limão
coentros picados a gosto


Preparação:
Comece por temperar o entrecosto com sal, a massa de alho e o colorau, e envolva bem (eu usei as mãos para envolver bem todos os ingredientes). Depois é só colocar na cuba da Actifry (eu não usei mais nada, nem azeite, nem óleo, a gordura que a carne liberta é mais que suficiente) e deixar cozinhar por cerca de 30/45 minutos, dependendo se gosta dele mais sequinho ou menos.
Quando pronto, transfira para uma taça, regue com o sumo de limão e polvilhe com os coentros picados.

Maravilhoso! Bom apetite.

16 de março de 2011

Empadão com atum

Yum

Ingredientes:
500g de macarrão
4 latas de atum
200g de queijo ralado
250g de molho béchamel
150ml de leite
sal e pimenta q.b.

Preparação:
Leve a massa a cozer em bastante água temperada de sal e a ferver, até ficar al dente. De seguida escorra-a bem.
Pré-aqueça o forno a 200/225º. 
Leve o molho béchamel ao lume juntamente com o leite e quase todo o queijo (reserve só algum para polvilhar), até que o queijo derreta por completo. Tempere com um pouco de sal e pimenta.
Faça camadas alternadas de massa e atum num tabuleiro previamente untado de manteiga ou azeite, como preferir. Cubra as camadas com o molho.
Para terminar, cubra o empadão com o queijo, e leve ao forno, durante cerca de 20 minutos.

Nota: A receita original leva fiambre em vez do atum.

Fonte: Cozinha Rápida - Naumann et Göbel Verlagsgesellschaft mbH

15 de março de 2011

Coelho com Grão-de-Bico

Yum
 
Ingredientes:
1 coelho
1 lata grande de grão cozido (cerca de 800g)
3 cenouras
1 cebola grande
2 dentes de alho
2 c. sopa de azeite
100ml de vinho branco
1 c. chá pimentão doce
1 folha de louro
sal e pimenta q.b.

Preparação:
Corte o coelho em pedaços e tempere-os com os alhos picados, o pimentão doce, a folha de louro, o vinho branco, sal e pimenta, envolva bem e deixe marinar pelo menos 30 minutos.
Aqueça em azeite num tacho, adicione o coelho escorrido e a cebola picada e deixe cozinhar até que tudo fique douradinho. Junte depois a marinada da carne e 300ml de água (se tiver água da cozedura do grão é ainda melhor) e deixe cozinhar, em lume brando, durante pelo menos 20 minutos.
Descasque as cenouras, corte-as em rodelas e junte ao coelho. E deixe cozinhar mais um pouco. Quando o coelho estiver tenrinho junte o grão escorrido, envolva e deixe cozinhar mais uns minutos até o molho apurar.
Retire do lume e sirva de imediato.

Bom Apetite!

Fonte: Teleculinária n.º 1644

14 de março de 2011

Ninhos de Puré com Frango

Yum
Créditos da receita:
Ideia geral: São - Blog Rapa Tachos
Puré de Beterraba: Miguel - Blog Cozinha sem Tabus

Nota: Este puré revelou-se uma ótima maneira dos pequenotes comerem beterraba. 

Ingredientes:
3/4 peitos de frango
2 dentes de alho
1 cebola
200g de cubos de bacon
azeite
1 c. sopa de mostarda
200ml de natas
sal e pimenta q.b.
5 batatas grandes
1 beterraba grande (usei 2 pequenas)
leite, sal , pimenta ,noz moscada e manteiga


Preparação:
Comece por cozer as batatas e a beterraba. (veja como cozer a beterraba aqui)
Entretanto corte a cebola ás meias luas e pique muito bem os alhos, e leve ao lume numa frigideira com azeite. Corte a carne às tiras. Quando a cebola estiver loura,  junte o bacon e o frango e deixe fritar no azeite. Tempere de sal e pimenta. Quando a carne estiver bem frita assim como o bacon, junte as natas com a mostarda e deixe o molho engrossar um pouco.
Entretanto prepare o puré, passando as batatas e a beterraba por um passe-vite. Depois junte um pouco de leite, sal, pimenta, noz moscada e umas nozes de manteiga e envolva

muito bem ao lume.
Coloque o puré num saco de pasteleiro de bico frisado e faça os ninhos nos pratos. No centro coloque a carne.

E Bom Apetite!

13 de março de 2011

Pão de Ló de Laranja

Yum
-Cunhada, ando com com um desejo de Pão de Ló!
-Ó homem, não seja por isso, este fim de semana faço-te um Pão de Ló!

e fiz.



Ingredientes:
300g de açúcar
150g de farinha
1/2 c. chá de fermento quimíco
6 ovos
2 laranjas (raspa e sumo)

Preparação:
Pré aqueça o forno a 180/200º.
Comece por separar as gemas e as claras. Junte as gemas ao açúcar e bata muito bem, até que fique uma mistura homogénea e esbranquiçada. (eu bati durante cerca de 10 minutos). Depois junte a raspa das laranjas e a farinha misturada com o fermento e bata muito bem novamente. Por último bata as claras em castelo firme, e junte ao preparado anterior, delicadamente com a ajuda de uma espátula. Deite numa forma bem untada com manteiga (usei óleo spray espiga).
Quando o bolo estiver cozido, desenforme e regue-o, enquanto quente, com o sumo das laranjas.

Nota: Eu fiz só meia receita, e deu perfeitamente para 6 pessoas.

Fonte: O mestre Cozinheiro Coleção de Laura Santos

11 de março de 2011

Espirais de Baunilha e Alfarroba

Yum
Os meus frascos dos biscoitos/bolachas têm andado assim:
Os refilanços à hora do café já eram muitos por não haver biscoitos!!  :))


e desde que a Moira publicou a receita de uns espirais, que andava para os fazer.
Decidi inclusive seguir um conselho dela e substituir o cacau, originalmente usado nos espirais feitos por ela, por farinha de alfarroba, isto porque não sou grande fã de chocolate, mas de alfarroba fiquei a adorar quando experimentei os Biscoitos de Alfarroba e Amêndoa (receita também da Moira).
Ficaram muito bons!!
E assim à primeira vista, até parece que correu tudo bem não parece?...
O que é facto, é que tive algumas dificuldades com a massa. Pensei que já a teria trabalhado o suficiente, e que estaria boa para estender, mas infelizmente não estava, e além de ter tido dificuldades a estender, depois para colocar uma em cima da outra, foi um filme.
Mas o sabor estava lá todo, e as bolachas foram apreciadas por todos!


Ingredientes:

Para a Massa Clara 
250g de farinha de trigo
30g de amido de milho
100g de açúcar
150g de margarina cortada em cubinhos
1 c. café de extracto de baunilha
1 c. café de fermento em pó

Para a Massa Escura 
250g de farinha de trigo
30g de farinha de alfarroba (ou cacau)
100g de açúcar
150g de margarina cortada em cubinhos
1 c. café de extracto de baunilha
1 c. café de fermento em pó


Preparação:
Proceder de igual forma, para cada uma das massas.
Colocar os ingredientes secos numa taça, fazer um buraco no meio colocar lá a manteiga e o extracto de baunilha, trabalhar a massa com os dedos até obter uma massa homogénea e moldável.
Numa superfície enfarinhada, estender cada uma das massas com o rolo da massa em formato rectangular.
Colocar uma massa sobre a outra calcar ligeiramente, enrolar como se fosse uma torta, embrulhar em película e guardar no frigorífico por cerca de hora e meia para a massa endurecer.
Forrar um tabuleiro com papel vegetal, cortar rodelas de massa com cerca de 4 ou 5 mm e colocar no tabuleiro com dois dedos de espaço entre elas. Levar ao forno aquecido a 180º durante cerca de 8 a 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer em cima de uma rede antes de guardar.

Nota: Se trabalhar a massa à mão e não a conseguir ligar por estar muito areada, adicione uma colher de sopa de leite ou de água e trabalhe a massa de novo, vá acrescentando um pouquinho de cada vez até a massa ligar. Se colocar demasiado líquido ela vai colar-se às mãos e não conseguirão estendê-la com o rolo da massa. Com esta quantidade de massa não será necessário mais que uma colher e meia de sopa, talvez menos.

Bom fim de semana!! 

10 de março de 2011

Soufflé de atum com queijo

Yum
Soufflés são o meu calcanhar de Aquiles, não há dúvida...
Já tentei de várias maneiras, segui várias dicas, mas não me saem bem. ponto final.
Mas como sou teimosa q.b. tentei mais uma vez (e acho que não me vou ficar por aqui...ihih).
Ora bem, este até estava bonitinho, o sabor agradável, mas coitadito não ficou muito bem cozido.
Deixo aqui a sugestão e a receita, para quem quiser experimentar, e tiver mais sorte que eu em soufflés. 
Apesar de tudo, não sobrou nadinha, até porque estava bem saboroso...


Ingredientes:
400ml de leite
2 c. sopa de margarina
3 c. sopa de farinha
3 ovos
1 lata de atum (escorrido)
2 c. sopa de queijo ralado
sal q.b.

Preparação:
Fazer o molho branco: derreta a margarina num tacho em lume baixo, adicione a farinha e aos poucos junte o leite de forma a não encaroçar. Deixe ao lume até o molho engrossar mexendo bem. Junte o atum e envolva. Tempere de sal. À parte separe as gemas das claras, e adicione as gemas ao preparado anterior, juntamente com o queijo. Bata as claras em castelo e junte ao preparado, envolvendo delicadamente. Leve ao forno, pré-aquecioso a 180º, numa forma untada.

8 de março de 2011

Tamboril com camarão em molho de alho

Yum


Ingredientes:
1kg de tamboril
500g de camarão descascado
8 dentes de alho grandes
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
2 c. sopa de farinha maizena (amido de milho)



Preparação:
Numa caçarola leve ao lume cerca de 2-3 colheres de sopa de azeite e os alhos esmagados. Deixe alourar um pouco. Depois junte o tamboril e o camarão e tempere de sal e pimenta. Deixe cozinhar em lume baixo, com a caçarola tapada, até que o tamboril e o camarão esteja cozido. Retire o tamboril e os camarões e reserve. Numa taça coloque a farinha e acrescente umas colheres do liquido da cozedura do tamboril e mexa bem de forma a que não forme grumos. Acrescente mais algumas até ter um liquido homogéneo. Acrescente este preparado ao restante liquido na caçarola (em cerca de 250ml - caso necessário acrescente um pouco de água) e deixe que engrosse um pouco. Volte a colocar o tamboril e os camarões no creme e envolva delicadamente.

Sugestão: Servi acompanhado por couve lombarda suada (receita aqui).

7 de março de 2011

Bolo fofo de limão

Yum
Já aqui tinha dito que adoro limão?!  ;)


Ingredientes:
150g de margarina à temperatura ambiente
150g de açúcar
200g de farinha
5 ovos
1 limão
1 colher de chá de fermento royal



Preparação:
Bata a manteiga com o açúcar, até obter uma mistura homogénea. Separe os ovos. Junte as gemas ao preparado do açúcar e envolva bem. Junte a raspa do limão, o sumo, o fermento, e a farinha e bata bem. Bata as claras em castelo firme. Junte ao preparado cerca de 1/3 das claras e bata bem. Depois junte as restantes claras e envolva delicadamente com a ajuda de uma espátula.
Leva ao forno a 180º, numa forma untada e polvilhada de farinha, cerca de 30/40 minutos, até que esteja cozido (para verificar se está cozido espete um palito no meio do bolo e se este vier sem massa agarrada então está cozido).

Fonte: Petiscos.com - receita adaptada para Bimby
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...